segunda-feira, maio 25, 2009


Orquídea Vandas


Marcadores:











Vandas encantam por sua beleza peculiar. Originárias da Ásia, são plantas de crescimento monopodial e lento, e alcançam altos valores no mercado. É um curioso gênero de orquídea que conta com muitos amantes e criadores no Brasil. Pode ser criada com as raízes nuas, penduradas por arames. Um vaso de madeira com brita e pouco substrato pode ser adaptado logo abaixo dela, fazendo com que suas raízes toquem nele levemente.

Costuma ter sua primeira floração só aos seis anos e a partir desta idade, pode florir até quatro vezes ao ano, se bem cuidada e se o inverno não for muito rigoroso. Em dias quentes, gosta de muita água e alta umidade ambiente (80% é o ideal), devendo ser borrifada de preferência com água mineral frequentemente. No inverno, reduza a rega e os fertilizantes.

Suas mudas podem ser cultivadas em ambientes de pouca luminosidade, em torno de 40%, acelerando seu crescimento. Plantas adultas podem ser criadas com boa dose de luminosidade e se penduradas em árvores, emitem raízes com novos brotos.

A Vanda é uma planta de adaptação fácil em ambientes de boa lumionosidade e alta umidade relativa do ar, chegando a lançar suas raízes em paredes pintadas ou superfícies de metal, como portões. Tenha cuidado para não queimar as folhas ao sol, nos dias quentes de verão. O sol da tarde pode prejudicar a saúde de sua orquídea.

vanda QUANDO pendurada em árvores ou vasos de madeira, Vandas adultas
emanam brotos facilmente

vandas VANDAS São orquídeas monopodiais que podem chegar a dois metros de altura. Muitas vezes quase dispensam substrato, sendo fixas apenas por um arame, com as raízes nuas.

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t