terça-feira, fevereiro 07, 2012


Moda praia do verão 2012 investe em tecnologia e elementos étnicos e retrô


Marcadores: ,
Foto:
Fila final do desfile de verão 2012 da Lenny (Agência Fotosite)

Pode não soar como uma surpresa, mas os dados são relevantes e dizem bastante sobre o potencial desse setor de indústria da moda local: os brasileiros são os que mais consomem moda praia no mundo todo, movendo cerca de US$ 1,5 bilhão anualmente, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT). Os motivos são bastante óbvios, nosso litoral exuberante e o clima que permite um fluxo constante de produtos no setor ao longo de todo o ano. Justamente por isso, o beachwear made in Brasil é um dos que mais evolui ao redor do mundo.

Foto:
Maiô com tecido gelatina da Água de Coco, biquíni jeans da Blue Man e recortes a laser da Lenny (Agência Fotosite)

Não à toa, uma das principais tendências detectadas nas passarelas do último Fashion Rio e SPFW, em junho de 2011, foi o uso de materiais e recursos tecnológicos que agregam valor e funcionalidade ao biquíni ou maiô. Tecidos que secam rapidamente, que ajudam no bronzeamento, que protegem contra os raios UVA/UVB e até com propriedades antibactericidas e anticelulites são alguns exemplos que já se encontram disponíveis nas lojas. Vem assim o tecido gelatina do verão 2012 da Água de Coco, com efeito transparente e molhado, as texturas croco ou de pele de cobra da Lenny, o biquíni com cara de jeans da Blue Man e até os tecidos tipo tule da Triya. E isso sem falar nas várias pedrarias, canutilhos e até plumas bordadas e costuradas nas peças deste verão.

Foto:
Maiô com estampa tropical da Lenny, biquini com aplicações de plumas da Adriana Degreas e mais uma estampa tropical na Blue Man (Agência Fotosite)

Elementos estes que acabam reforçando outra importante tendência da temporada: as referências étnico-tribais e os trabalhos artesanais. Junto com a forte estamparia tropical, são características que reforçam aquela qualidade tão valiosa hoje do regional com apelo global, além de remeterem a uma forma de luxo totalmente tupiniquim – e não por isso menos prestigiada. Exemplos vão das folhagens de Adriana Degreas aos tucanos e flores da Blue Man e Movimento, até o quase pscicodelismo moderno da Triya e o tie-dye chique da Lenny.

Foto:
Biquíni Lenny, cintura alta na coleção da Salinas e maiô com modelagem assimétrica na Água de Coco (Agência Fotosite)

No quesito modelagem, além dos tradicionais modelos que já enchem as praias do país, destacam-se aquelas de pegada retrô (um pouco maiores, com cintura mais alta e formas que valorizam o corpo feminino de maneira não óbvia), de preferência com mistura de tecidos, e os famosos maiôs engana-mamãe. Para as mais ousadas, entram em cena recortes mais arrojados, a laser ou bastante precisos e em locais inusitados, dando novo valor ao eterno e sedutor jogo de mostra e esconde.




2 comentários:

Bruna disse... [Responder Comentário]

amei as estampas!!!!
tudo muito colorido!!!
adorei o seu blog :)

beijinhos!

maria ester moraes disse... [Responder Comentário]

as estampas são legais mas tem alguns que realmente não dá para usar, não é?

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t