quinta-feira, junho 14, 2012


Cactos


Marcadores: ,

A facilidade no cultivo torna o cacto uma boa opção para quem não dispõe de muito tempo. Conheça alguns tipos - até floridos - e inove na hora de inserir a espécie na decoração.



Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Neste projeto do paisagista Rodrigo Oliveira, os vasos comportam diferentes cactos

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Mesmo com 1,5 cm de diâmetro, as flores do cacto Mammillaria un pico - uma seleção desenvolvida na Espanha - exibem uma perfeição improvável para o seu tamanho

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
A paisagista Gabriela Pileggi Monteiro, da Jardineiro Fiel, aproveitou a entrada de luz natural e planejou as prateleiras de MDF de 20 cm de largura, alinhadas na frente da janela. As plantas – todas de pequeno porte – têm comportamento parecido: gostam de luz indireta e não dão trabalho. Repare nos minicactos no parapeito


Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Parente da flor-de-maio, a flor-de-outubro é um cacto. Não precisa de mais do que uma rega por semana

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Até mesmo os espinhos do cacto Rebutia muscula exibem visual delicado. Nativo da Bolívia, cresce em altitudes de 2.500 m

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
O cacto-mandacaru traz beleza à fachada e está acomodado sobre a forração de espada-de-são-jorge anã. O cacto também protege a entrada de depredação por conta de seus espinhos.


Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Acredite: o cacto Notocactus horstil, nativo do Rio Grande do Sul, tem aproximadamente 30 cm de diâmetro e levou dez anos para chegar a este tamanho

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
As flores do cacto mexicano Mammillaria hahniana não ultrapassam 1 cm de diâmetro e só começam a surgir a partir dos dois anos de vida 

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Microjardim com cactos e suculentas. A autora da montagem é a designer de jardim Caroline Saccab Haddad Zakka, da Secret Garden


Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Note que, quando as flores do cacto Mammilaria un pico se fecham, os espinhos revelam-se maiores, com até 3 cm de altura

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Com a redução da temperatura, a flor do cacto anzol se fecha

Cactos Ideais para áreas externas, eles gostam de muitas horas de luminosidade direta e pouca água. Ou seja, não tenha dó de deixá-los no sol e regue a cada sete ou dez dias. Projeto do paisagista Rodrigo Oliveira.
   
Nos aquários de vidro, os peixes perderam a vez para ripsális e cactos. As duas variedades sobrevivem às mais desafiadoras condições

Gostaram das idéias?




1 comentários:

Claudiana (25/11/2010) disse... [Responder Comentário]

Boa tarde, tudo bem?
Entrei para conhecer seu cantinho. Gostei muito de tudo que vi. Parabéns o blog está lindo. Já estou seguindo. Depois passa lá no meu cantinho também, será um prazer, ótima semana pra vc, bjs
Claudiana
http://encantosempontocruz-barbie.blogspot.com

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t