terça-feira, maio 28, 2013


Como fazer arranjos de flores superpráticos para enfeitar sua casa ou apartamento


Marcadores: , , ,
Seis profissionais, entre floristas e paisagistas, mostram como criar em casa um oásis de beleza — fáceis de montar e de cuidar!


AQUÁTICO

Já imaginou ter um minilago dentro de casa? Pois aqui um grande vaso sem furo é preenchido com água para as plantas subaquáticas: aguapé e alface-d’água (ou santa-luzia). No centro, a íris amarela foi plantada num vasinho com terra, que recebe a água do recipiente maior. Uma gota de cloro ou água sanitária uma vez por semana mantém as plantas saudáveis e afasta os mosquitos. O arranjo pede sol.
 


ORIENTAL

Delicadeza é a palavra de ordem neste arranjo que combina sementes da flor de lótus e cosmos. No vaso maior, elas foram encaixadas numa base de espuma floral; no menor, a miniorquídea foi plantada com o torrão, garantindo vitalidade. Para dar equilíbrio, uma garrafa de saquê japonês faz as vezes de solitário para as flores de lótus. A orquídea não gosta muito de sol nem de muita água.


CAMPO

Este arranjo traz para dentro de casa o clima de fazenda. Um antigo utensílio doméstico, como uma assadeira, serve de base para as echeverias; o ferro de passar acolhe a ripsális; e o moedor de pimenta acomoda o coléus. Cada planta tem seus caprichos: luz e boa drenagem para a echeveria; meia-sombra para destacar a cor viva da ripsális; e água com moderação para o coléus. No inverno, recomenda-se regar o arranjo uma vez por semana; no verão, pelo menos duas vezes.


PRAIA

Nesta composição que evoca o mar, cactos, suculentas e musgo repousam sobre uma base de areia e pedras. O vaso transparente traz leveza ao arranjo. Para montar um igual, enterre os cactos e as suculentas na areia sem retirá-los dos vasos originais. Na sequência, acomode as pedras e finalize com o musgo. Regue com um copo de água por semana. Os vasos podem ser trocados sem desmontar o conjunto.



CLÁSSICO

Flores e folhagens compõem um contraste exuberante nesta composição, montada num vaso de cerâmica sangue de boi. A base é de pedriscos e terra e as plantas são dispostas com seus torrões: catleias (um tipo de orquídea), ripsális, minissamambaias e suculentas em dois tons de verde. O espaço restante é preenchido com terra para que todas as plantas fiquem em pé. Rega-se uma vez por semana.


 TROPICAL

O clima aqui é de floresta. No cachepô de madeira rústica, avencas, peperômias, ripsális e orquídeas diversas foram dispostas de maneira harmoniosa. Para que todas coubessem no pequeno espaço, reduziram-se os torrões ao mínimo e completou-se o restante do espaço com terra. O acabamento foi feito com musgo. O arranjo deve ser regado diariamente e ficar à sombra, em ambiente com boa ventilação e luz natural.

Veja mais em Claudia.abril



3 comentários:

Priscila Lucas disse... [Responder Comentário]

:m Amei as dicas,flores em casa e em qualquer ambiente,tras alegria pro ambiente,adoro :h

Cris Dellani disse... [Responder Comentário]

Amei o quarto arranjo, com o vasinho de vidro! Super moderno!

Bjos

Meu Palácio de 64m²

.

Raíssa (: disse... [Responder Comentário]

Que lindos arranjos!
Amo flores e plantas de todos os tipos :)

beijinhos ;*

http://noostillo.blogspot.com.br/

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t