segunda-feira, julho 15, 2013


Orgânico, natural e sintético: escolha o melhor cosmético para a sua pele


Marcadores: , ,
Os produtos sintéticos continuam sendo maioria no mercado, mas orgânicos e naturais vêm ganhando cada vez mais espaço nas gôndolas. Experts explicam as diferenças e ajudam a escolher o melhor para sua pele.







Os cosméticos com alta concentração de ingredientes retirados da natureza - os orgânicos e naturais - estão conquistando cada vez mais espaço no nécessaire. Por outro lado, os sintéticos, com matérias-primas criadas em laboratório, continuam sendo maioria. Descubra as diferenças entre cada um deles e descubra qual é o melhor para a sua pele.

Orgânico

Ingredientes naturais cultivados sem agrotóxicos ou qualquer substância sintética compõem 95% da fórmula. Leva óleos essenciais como conservantes, e as embalagens poluem o mínimo possível o meio ambiente. No frasco, os selos internacionais Icea e Ecofert, assim como o nacional IBD, atestam que o cosmético é mesmo orgânico.

Benefícios
"Tende a causar menos irritações na pele", diz Cris Dios, cosmetóloga e criadora de uma linha orgânica. Ainda contribui para a conservação do meio ambiente: a espuma dos xampus orgânicos, por exemplo, não agride a natureza. A durabilidade é a mesma de outros cosméticos: cerca de dois anos.

Desvantagens
"Como não tem ativos sintéticos para potencializar sua ação, pode demorar um pouco mais para fazer efeito. Ainda assim, os resultados são duradouros", defende Cris Dios. Também é mais difícil de ser encontrado e, em geral, tem preço elevado, pois o custo de produção é mais alto.

Natural

Em torno de 70% de seus ingredientes são retirados da natureza, mas eles não precisam ter passado pelos rígidos critérios de plantio dos orgânicos. Além disso, os 30% restantes podem ser sintetizados em laboratório. Leva conservantes artificiais ou naturais. Um dos selos da categoria é o alemão BDIH.

Benefícios
Segundo Maurício Pupo, farmacêutico e especialista em cosmetologia, de Campinas (SP), alguns componentes naturais são mais poderosos que os químicos no combate às rugas e na melhoria do tônus da pele. É o caso da camélia. "Às vezes, a estrutura de uma planta é tão complexa que não se consegue reproduzi-la em laboratório", diz.

Desvantagens
"Há pessoas que desenvolvem alergias a produtos de origem natural", afirma a farmacêutica Vânia Leite, vice-presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia. Antes de usar, vale consultar seu médico sobre eventuais reações anteriores a cremes com ingredientes naturais ou até a determinados alimentos.

Sintético

É a categoria mais presente no mercado. As matérias-primas são inteiramente sintetizadas em laboratório e podem imitar ingredientes da natureza ou nascer de elementos artificiais, como um ativo patenteado. Entre os conservantes, os parabenos são os mais usados, mas há o fenoxietanol, que é um álcool.

Benefícios
"Entre os produtos para o cabelo, essa classe sai na frente, pois contém silicone, que deixa os fios macios", opina Pupo. Outra vantagem é que, com o crescente investimento da indústria em novas tecnologias, há atualização constante das fórmulas, que contêm cada vez mais itens eficazes e multifuncionais.

Desvantagens
Pode levar substâncias derivadas do petróleo, como vaselina e parafina, que, segundo alguns estudiosos, são um risco à pele. O uso dos parabenos também é polêmico, já que há quem os relacione ao surgimento de cânceres - embora isso não seja comprovado por nenhuma pesquisa, de acordo com Vânia.


Conteúdo CLAUDIA



0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t